AQUELE QUE VIVE DE SONHOS

AQUELE QUE VIVE DE SONHOS, É FELIZ E HONRADO!
Nossa cidade merece sorrir!
Através deste blog você fica conhecendo minhas idéias, meu trabalho e interage comigo, contribuindo para o meu crescimento pessoal e profissional! Sinta-se à vontade para comentar!Grato!
‎"Quem não pode atacar o argumento ataca o argumentador."

Este Blog dedica-se à política na esfera municipal em qualquer parte do país. Logo, casos de corrupção em nível estadual e federal estão disponíveis apenas no meu Facebook. Raramente trato deles aqui.
Me adicione no Facebook: Aldeir Félix Honorato
Siga-me no Twitter: @AldeirFHonorato

domingo, 10 de abril de 2011

Secretário municipal de Itaocara é detido por desvio de quentinha

Rio - O Secretário Municipal de Obras de Itaocara, Sebastião Henrique de Souza, e outras duas pessoas foram detidas e encaminhadas para a 135ª DP (Itaocara), na última sexta-feira, após serem flagrados recebendo "quentinhas" desviadas do Hospital Municipal de Itaocara. O esquema foi noticiado ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro por meio de denúncia anônima feita à Promotoria de Justiça de Itaocara.

De acordo com a informação recebida, todos os dias, entre 10h30 e 11h, um carro da Prefeitura de Itaocara, município do Noroeste Fluminense, buscava as refeições preparadas na cozinha do hospital e levava para a Secretaria de Obras para servir de almoço a funcionários do órgão. Na última sexta-feira, uma diligência realizada pela Promotoria, com a participação de policiais do Grupo de Apoio aos Promotores (GAP), acompanhou toda a ação criminosa até o momento em que as "quentinhas" eram entregues nas mãos de Sebastião Henrique de Souza.

Além do Secretário, o motorista Bruno da Cunha Costa e a coordenadora do hospital municipal, Berenice Guimarães dos Santos, foram encaminhados à delegacia, onde prestaram depoimento. Dezesseis quentinhas foram apreendidas. Por se tratar de um crime de menor potencial ofensivo - em tese, emprego irregular de verbas ou rendas públicas - foi lavrado um termo circunstanciado, a ser posteriormente remetido ao Ministério Público.


Nenhum comentário: