AQUELE QUE VIVE DE SONHOS

AQUELE QUE VIVE DE SONHOS, É FELIZ E HONRADO!
Nossa cidade merece sorrir!
Através deste blog você fica conhecendo minhas idéias, meu trabalho e interage comigo, contribuindo para o meu crescimento pessoal e profissional! Sinta-se à vontade para comentar!Grato!
‎"Quem não pode atacar o argumento ataca o argumentador."

Este Blog dedica-se à política na esfera municipal em qualquer parte do país. Logo, casos de corrupção em nível estadual e federal estão disponíveis apenas no meu Facebook. Raramente trato deles aqui.
Me adicione no Facebook: Aldeir Félix Honorato
Siga-me no Twitter: @AldeirFHonorato

segunda-feira, 23 de maio de 2011

PARAÍBA DO SUL E CIDADES VIZINHAS SÃO ESCOLHIDAS PARA RECEBER DELEGAÇÕES DAS OLIMPÍADAS

Governador abriu seminário para represenantes de instalações pré-selecionadas para treinamento de atletas
Cabral ressalta legados para cidades que receberem delegações olímpicas
23/05/2011 - 11:43h - Atualizado em 23/05/2011
 » Por Guedes de Freitas

O governador Sérgio Cabral participou, na manhã desta segunda-feira (23/5), no auditório da Escola Naval, da reunião organizada pelo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016 com os representantes das instalações pré-selecionadas após a primeira fase do processo de cadastramento e seleção de locais de treinamento pré-jogos. Esta agenda é a mais importante já realizada em função dos Jogos Olímpicos depois da escolha do Rio para sede das Olimpíadas de 2016, em Copenhague, em outubro de 2009.
Ao todo, foram pré-selecionadas 355 instalações de 150 municípios de 22 estados das cinco regiões do Brasil. Do Estado do Rio foram selecionados 86 equipamentos esportivos de 34 municípios: Angra dos Reis, Araruama, Armação de Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Cachoeiras de Macacu, Campos, Comendador Levy Gasparian, Duas Barras, Itaboraí, Italva, Itaperuna, Itatiaia, Macaé, Macuco, Maricá, Mendes, Miguel Pereira, Niterói, Nova Iguaçu, Paraíba do Sul, Petrópolis, Pinheiral, Porto Real, Queimados, Resende, Rio, São João da Barra, São Pedro da Aldeia,Saquarema, Tanguá, Teresópolis, Três Rios e Volta Redonda.
O governador ressaltou, em seu discurso, a importância dos benefícios que a escolha de uma das cidades candidatas trará para a respectiva população, legado que, segundo ele, era exatamente um dos pontos fortes da proposta brasileira junto ao Comitê Olímpico Internacional (COI) na disputa com Chicago, Madri e Tóquio, como ressaltou, ao se dirigir aos representantes dos lugares pré-selecionados.
– As cidades de vocês poderão dizer: “Nós recebemos equipes olímpicas, nós participamos da preparação para os Jogos Olímpicos e deixamos para as nossas cidades um legado, equipamentos esportivos de qualidade para que a nossa cidade usufrua deles”. Há também ainda o que poderá vir a partir da vitória conquistada para uma cidade como anfitriã de uma determinada delegação, de uma determinada modalidade esportiva: benefícios na área ambiental, na área social, na área de mobilidade urbana – destacou o governador.
O processo para cadastramento e seleção de locais de treinamento pré-jogos vai identificar instalações esportivas que atendam aos requisitos técnicos e recomendações das federações internacionais para que os Comitês Olímpicos e Paraolímpicos Nacio-nais possam trazer seus atletas para o país-sede antes dos Jogos, visando à concentração e ao aperfeiçoamento do treinamento e sua aclimatação às condições locais.
O trabalho agora será acompanhar o desenvolvimento do projeto de cada uma das cidades pré-selecionadas. Segundo a secretária de Esportes e Lazer, Márcia Lins, o Comitê Organizador e os governos federal e estadual darão todo o suporte para que as cidades possam se adequar à conquista da condição de anfitriã de alguma delegação olímpica ou paraolímpica.
– No caso específico do Estado do Rio o desafio é maior, pois temos de dar oportunidades a todos os municípios fluminenses e fazer a preparação dos Jogos Olímpicos propriamente dito, o que é uma tarefa bem árdua, mas cujos resultados, tenho certeza, levarão o Rio e o país a se tornarem potências olímpicas, além dos benefícios diretos e indiretos que serão obtidos, inclusive os legados intangíveis, os mais importantes – previu Márcia Lins.

Comitê Organizador publica livro com cidades e instalações

O objetivo do seminário de hoje é orientar os participantes pré-selecionados quanto às próximas fases do processo, direitos, deveres e oportunidades. O cadas-tramento e seleção das cidades, dividido em várias fases, culminará em janeiro de 2012 com a assinatura do termo de compromisso pelas instalações esportivas que tenham cumprido as exigências do regulamento e o posterior lançamento do Guia de Locais de Treinamento Pré-Jogos Rio 2016 durante as Olimpíadas de Londres, no meio do ano que vem, a ser distribuído a todos os comitês olímpicos e paraolímpicos nacionais.
– Hoje é um dia importante porque cumprimos o calendário do COI e do Comitê Paraolímpico que determinam que o Comitê Organizador dos dois Jogos entregue durante as Olimpíadas anteriores, no nosso caso as de Londres, um livro com as cidades e instalações que se oferecem como anfitriãs aos comitês olímpicos dos 205 países que participarão das Olimpíadas do Rio. Temos um número recorde na história olímpica, com a participação de 22 estados brasileiros – vibrou o presidente do Comitê Organizador Rio 2016, Carlos Nuzman.
Também estiveram presentes o secretário executivo do Ministério do Esporte, Valdemar Silva de Souza, representando o ministro Orlando Silva, o diretor do Instituto Rio 2016, Bernardo Carvalho, representando o prefeito Eduardo Paes, o comandante da Escola Naval, almirante Leonardo Puntel, prefeitos e presidentes de confederações esportivas, entre outros.

FONTE: Subsecretaria de Comunicação Social http://www.rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=470085

Nenhum comentário: