AQUELE QUE VIVE DE SONHOS

AQUELE QUE VIVE DE SONHOS, É FELIZ E HONRADO!
Nossa cidade merece sorrir!
Através deste blog você fica conhecendo minhas idéias, meu trabalho e interage comigo, contribuindo para o meu crescimento pessoal e profissional! Sinta-se à vontade para comentar!Grato!
‎"Quem não pode atacar o argumento ataca o argumentador."

Este Blog dedica-se à política na esfera municipal em qualquer parte do país. Logo, casos de corrupção em nível estadual e federal estão disponíveis apenas no meu Facebook. Raramente trato deles aqui.
Me adicione no Facebook: Aldeir Félix Honorato
Siga-me no Twitter: @AldeirFHonorato

terça-feira, 7 de junho de 2011

Deflagrada greve dos professores do Rio de Janeiro

terça-feira, 7 de junho de 2011


Professores reunidos em assembléia resolvem fazer greve por tempo indeterminado. (sem assinatura de ponto)

Profissionais da rede estadual, que acabaram de deflagrar uma greve por tempo indeterminado se dirigiram para as escadarias da Alerj para apoiar os bombeiros, que se encontram em vigília no local desde o último domingo. No momento, centenas de profissionais de educação e bombeiros lotam as escadarias do Legislativo e fazem um ato contra o governador Sérgio Cabral.

Quinta-feria (dia 9 de junho) - Os profissionais de educação, irão se unir aos bombeiros do Rio de Janeiro e fazer um ato nas escadarias da Alerj, a partir das 16h, para pressionar os deputados estaduais a intercederem junto ao governo do estado, com objetivo de reabrir as negociações em torno das reivindicações das duas categorias.
Sexta-feira (10/06) - a partir das 13h, o Sepe, bombeiros e outras categorias do funcionalismo estadual farão uma passeata da Candelária até a Alerj.

domingo (12/06) - profissionais de educação, bombeiros e servidores do estado farão uma nova passeata na Avenida Atlântica, com concentração a partir das 10h, na esquina da Avenida Princesa Isabel com Avenida Atlântica.

terça-feira (dia 14 de junho) - Próxima assembléia da rede estadual no Clube Municipal na Tijuca, a partir das 14h. Neste encontro, a categoria irá decidir os rumos da greve.

A categoria reivindica do governador Sérgio Cabral o seguinte:

1) um reajuste emergencial de 26%;

2) a incorporação imediata da totalidade da gratificação do Nova Escola (prevista para terminar somente em 2015);

3) o descongelamento do Plano de Carreira dos Funcionários Administrativos da educação estadual, entre outras reivindicações.

Pelos nossos alunos, pela escola pública de qualidade, pelo respeito a sociedade. O governo quer números, nós queremos qualidade.

Nenhum comentário: