AQUELE QUE VIVE DE SONHOS

AQUELE QUE VIVE DE SONHOS, É FELIZ E HONRADO!
Nossa cidade merece sorrir!
Através deste blog você fica conhecendo minhas idéias, meu trabalho e interage comigo, contribuindo para o meu crescimento pessoal e profissional! Sinta-se à vontade para comentar!Grato!
‎"Quem não pode atacar o argumento ataca o argumentador."

Este Blog dedica-se à política na esfera municipal em qualquer parte do país. Logo, casos de corrupção em nível estadual e federal estão disponíveis apenas no meu Facebook. Raramente trato deles aqui.
Me adicione no Facebook: Aldeir Félix Honorato
Siga-me no Twitter: @AldeirFHonorato

quarta-feira, 1 de junho de 2011

PV lança nota pedindo que projeto brasileiro de energia nuclear seja revisto

Após a decisão do governo alemão de suspender definitivamente seu programa nuclear, o Partido Verde (PV) lança nota alertando o governo brasileiro para os riscos ambientais e a insegurança para a população da produção da energia nuclear no país nas atuais circunstâncias.

A nota da bancada do PV na Câmara dos Deputados comenta a decisão do governo alemão de encerrar a sua produção de energia nuclear, enfatizando o quadro de insegurança para a utilização de energia nuclear no país no momento. Para o partido, a decisão do governo alemão significa uma opção da Alemanha pelas  fontes limpas e pela segurança de sua população. Eles acreditam que existem alternativas à energia nuclear e que o governo irá atrás delas, "Os alemães estão tranquilos, eles sabem que a tecnologia existente permite adotar uma melhor solução, que confira maior segurança e menor risco ambiental". Para eles, o acidente na usina de Fukushima expõe os riscos da utilização da energia nuclear e terá reflexos no Brasil.
A Alemanha, por força do Acordo Sobre Cooperação no Campo dos Usos Pacíficos da Energia Nuclear, deve fazer um repasse para o Brasil, de R$ 3 bilhões o equivalente a €1.300.000.000,00 (um bilhão e trezentos mil euros), para aplicação na Usina Nuclear de Angra III, destinados à aquisição de tecnologia, produtos e serviços, com garantias concedidas pela Alemanha. O Partido Verde e sua Bancada na Câmara dos Deputados encaminhou ofício à República Federal da Alemanha em abril justamente, solicitando que o governo alemão se abstenha de efetuar o repasse dos recursos financeiros mencionados, até que o Brasil reveja seu Programa Nuclear e apresente respostas efetivas no que diz respeito, principalmente, aos quesitos de segurança – entre outros, zona de exclusão e área de escape - e quanto à tecnologia nuclear. Depois da decisão alemã de parar o projeto nuclear o partido pretende reforçar esta solicitação.
Segundo a nota do partido, a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) fiscaliza o que ela mesma normatiza, em flagrante desacordo com o artigo 8º da Convenção de Segurança Nuclear. A nota termina comentando que "a decisão da Alemanha, não impedirá o crescimento da nação. A busca por fontes alternativas vai gerar mais renda e emprego do que a fonte nuclear. O mais importante, porém, é que a Alemanha está se desfazendo de uma fonte cara, perigosa, ultrapassada, e com base numa posição determinada pela população. O Governo alemão tomou esta decisão considerando a saúde, o bem estar, a qualidade de vida dos alemães; hoje e amanhã. Nossa esperança é de que essa postura avançada, em algum dia, chegue aos nossos tomadores de decisão".

Nenhum comentário: