AQUELE QUE VIVE DE SONHOS

AQUELE QUE VIVE DE SONHOS, É FELIZ E HONRADO!
Nossa cidade merece sorrir!
Através deste blog você fica conhecendo minhas idéias, meu trabalho e interage comigo, contribuindo para o meu crescimento pessoal e profissional! Sinta-se à vontade para comentar!Grato!
‎"Quem não pode atacar o argumento ataca o argumentador."

Este Blog dedica-se à política na esfera municipal em qualquer parte do país. Logo, casos de corrupção em nível estadual e federal estão disponíveis apenas no meu Facebook. Raramente trato deles aqui.
Me adicione no Facebook: Aldeir Félix Honorato
Siga-me no Twitter: @AldeirFHonorato

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Vereadores são ameaçados após cassar prefeito

"Quem não pode atacar o argumento, ataca o argumentador"

13/07/2011 -- 16h08

Três vereadores de Uraí, município localizado a cerca de 40 quilômetros de Londrina, receberam ameaças de morte. Os casos estão registrados na Polícia Civil da cidade. 

As ameaças ocorreram logo após a sessão de julgamento, ocorrida no último dia 22 de junho, que terminou com a cassação do mandato do prefeito Susumo Itimura(PSDB).

Ele havia sido acusado de desvio de recursos públicos e uso de notas frias para pagamentos de serviços que nunca foram realizados pela prefeitura. O tucano estava no quinto mandato. 

A primeira ameaça ocorreu ao autor da denúncia, vereador Ângelo Tarantini Filho (PMN). "Desde que a gente começou essa luta pelo combate a corrupção em Uraí, nós vínhamos recebendo ameaças. Eles mandavam recados por terceiros. Depois do processo de cassação recebi uma ligação e a pessoa dizia: 'o pessoal está atrás de você'. Fiquei três dias fora da cidade", contou. 

Altair Murílio (PTB), presidente da Câmara, precisou de escolta policial após a decisão. "Eu moro na área rural, em uma chácara. No dia que recebi o telefonema, estava no pesque pague com minha família e amigos, eram por volta das 22h. Achamos melhor passar no Batalhão e comunicar a Polícia", revelou. 

Outro parlamentar que registrou boletim de ocorrência na Delegacia foi Wilian Iwai (PMDB). Ele não foi localizado pela reportagem do Portal Bonde. Os casos são investigados. "Estamos fazendo uma investigação, mas é difícil por serem ligações anônimas. Por enquanto não tem nada de novidade", explicou o delegado Roberto Luiz Camargo.

Depois dos registros, nenhuma outra ameaça foi feita. Mesmo assim, os parlamentares estão apreensivos. "Uraí estava abandonada, jogada às traças. Não havia interesse do prefeito para que a cidade evoluísse. A gente não sentia esse interesse na administração", disse o presidente da Câmara. "É claro que a gente tem cismas, não estou totalmente tranquilo", afirmou Tarantini.
Danilo Marconi-Equipe Bonde


Nenhum comentário: