AQUELE QUE VIVE DE SONHOS

AQUELE QUE VIVE DE SONHOS, É FELIZ E HONRADO!
Nossa cidade merece sorrir!
Através deste blog você fica conhecendo minhas idéias, meu trabalho e interage comigo, contribuindo para o meu crescimento pessoal e profissional! Sinta-se à vontade para comentar!Grato!
‎"Quem não pode atacar o argumento ataca o argumentador."

Este Blog dedica-se à política na esfera municipal em qualquer parte do país. Logo, casos de corrupção em nível estadual e federal estão disponíveis apenas no meu Facebook. Raramente trato deles aqui.
Me adicione no Facebook: Aldeir Félix Honorato
Siga-me no Twitter: @AldeirFHonorato

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

EX-PREFEITO DE SÃO FIDÉLIS ALIADO DE GAROTINHO CONDENADO PELA JUSTIÇA

Davi Loureiro (com microfone), Garotinho e Pelegrino, na campanha de governador em Miracema

O ex- prefeito de São Fidélis, Davi Loureiro, foi condenado por improbidade administrativa pelo juiz Otávio Mauro Nobre, da Comarca do município. A condenação se deve à contratação de Maria José Boechat Jardim — condenada na mesma ação — de forma irregular, segundo decisão do juiz. Loureiro também vai ter que devolver aos cofres da Prefeitura da cidade todos os valores que foram pagos à funcionária em questão durante o tempo em que ela permaneceu nos quadros do funcionalismo.
De acordo com o entendimento do juiz, Maria José ocupava três cargos públicos, sendo um cargo efetivo no governo estadual, um comissionado na Prefeitura de Campos (Hospital Ferreira Machado) e um cargo na prefeitura fidelense. Ela teria confessado em juízo que seria funcionária “fantasma”, em suposto conluio com o ex-prefeito, que a teria oferecido o emprego, mesmo sabendo da incompatibilidade de horários. Ainda segundo a decisão, Maria José Boechat Jardim era funcionária contratada pelo então prefeito em 2001, como ‘coordenador de setor de apoio administrativo’, e exonerada pela Portaria 279/2003. Após exoneração em Julho de 2003, foi novamente nomeada como ‘coordenadora de serviços gerais’, permanecendo até novembro de 2004, definitivamente exonerada. (Fonte: Jornal Folha da Manhã de Campos)

Nenhum comentário: