AQUELE QUE VIVE DE SONHOS

AQUELE QUE VIVE DE SONHOS, É FELIZ E HONRADO!
Nossa cidade merece sorrir!
Através deste blog você fica conhecendo minhas idéias, meu trabalho e interage comigo, contribuindo para o meu crescimento pessoal e profissional! Sinta-se à vontade para comentar!Grato!
‎"Quem não pode atacar o argumento ataca o argumentador."

Este Blog dedica-se à política na esfera municipal em qualquer parte do país. Logo, casos de corrupção em nível estadual e federal estão disponíveis apenas no meu Facebook. Raramente trato deles aqui.
Me adicione no Facebook: Aldeir Félix Honorato
Siga-me no Twitter: @AldeirFHonorato

domingo, 16 de outubro de 2011

Evolução Histórica da Geração de Empregos em Paraíba do Sul

PARAÍBA DO SUL PAROU NO TEMPO NA GERAÇÃO DE EMPREGOS!
NÃO É INVENÇÃO!
OS DADOS DO MINISTÉRIO DO TRABALHO NÃO MENTEM!

O presente artigo toma por base o período de 2006 a 2011. Os dados são oficiais e retirados do site do Ministério do Trabalho, no banco de dados "Evolução de Emprego do CAGED - EEC"

O banco existe desde maio de 2003, mas Paraíba do Sul só começou a gerar as informações a partir de novembro de 2006! Como sempre, o progresso aqui chega bem depois! Portanto, não é proposital que esta análise compreende exatamente o período do Governo Gil Leal. Se dispusesse dos dados de 2003 os analisaria também. No entanto, este artigo revela com bastante fidelidade o comportamento do mercado de trabalho em nossa cidade durante esta última gestão.

Considerarei aqui os saldos absolutos e relativos (%) de geração de emprego ao longo dos anos

TABELA 1: DO AUTOR DO BLOG

Conforme dados de 2009, Paraíba do Sul foi afetada pela Crise Internacional, com a redução do nº de empregos gerados. Nossa cidade estava em clara recessão econômica. Diferentemente de outros municípios, como a vizinha Areal, que no mesmo ano ocupava a 15ª colocação e Três Rios que pulou de 51ª para 29ª na geração de empregos formais.(1)
Em 2009 também Paraíba do Sul foi o município que registrou o menor salário médio, considerando os setores em que foram registradas variações no mercado de trabalho formal.(2)
O ano de 2010 foi bom para o mercado de trabalho, recuperando as perdas do ano anterior, no entanto em 2011 houve uma desaceleração no ritmo de geração de empregos.
Se considerarmos o número de admissões e desligamentos, veremos que o mercado formal de trabalho em Paraíba do Sul apresenta alta rotatividade, o que nos leva a concluir que as pessoas não ficam muito tempo empregadas, trocando de emprego em um intervalo curto de tempo. (Maiores informações nesta matéria do Entre-Rios Jornal: Alta taxa de rotatividade no mercado de trabalho formal de Paraíba do Sul preocupa) Isso também é prejudicial tanto para o trabalhador quanto para as empresas. De um lado o empregado fica com a carteira "suja", de outro, o empregador tem elevados custos com a reposição de mão-de-obra e sua capacitação.

Informação que me chocou foi o SALDO ACUMULADO DE GERAÇÃO DE EMPREGOS NO PERÍODO DE 6 ANOS:
911 EMPREGOS!
Isso representa APENAS 2,22% da população do município!

Equivaleria a gerarmos, EFETIVAMENTE, 152 empregos por ano!

Se observarmos a tabela acima e o gráfico abaixo, notaremos que de 2011 apresenta uma tendência de queda, embora ainda satisfatório, mas que preocupa, por não seguir a tendência na geração de empregos da Micro-região Centro-Sul Fluminense.

Em 2006 a população do município era de 39.988 habitantes*, em 2011 é de 41084**. Logo, a população cresceu 2,74%

Gente, imagina, se Três Rios não estivesse gerando tanto emprego? Para onde iria tanta gente trabalhar?
Claro que aqui comparei o crescimento populacional, mas se eu "pegar" as estatísticas da População Economicamente Ativa (PEA) do município, o cenário é pior! Assim que tiver os dados da PEA farei outra análise.

GRÁFICO 1: DO AUTOR DO BLOG

Ainda é cedo para dizer que entraremos em recessão, mas se não houver ações concretas do Poder Executivo, poderemos nos tornar o único município da Micro-Região Centro-Sul Fluminense a sofrer com  uma recessão ou, ao menos, a estar estagnado na geração de emprego e renda para sua população.

Podemos considerar que:
a) Paraíba do Sul viveu um período de estagnação entre 2006 e início de2009.
b) Houve uma depressão econômica no ano de 2009.
c) Houve excelente momento econômico em 2010.
d) O ano de 2011 apresenta uma tendência de recrudescimento na geração de empregos.

O que é recessão econômica?
É uma fase de contração no ciclo econômico, isto é, de retração geral na atividade econômica por um certo período de tempo, com queda no nível da produção (medida pelo Produto Interno Bruto), aumento do desemprego, queda na renda familiar, redução da taxa de lucro e aumento do número de falências e concordatas, aumento da capacidade ociosa e queda do nível de investimentoDe maneira um tanto simplista, costuma-se considerar que uma economia entra em recessão após dois trimestres consecutivos de queda no PIB(Wikipédia)

Para quem quiser conferir as tabelas de dados oficiais do Ministério do Trabalho é só ir neste link:
http://bi.mte.gov.br/pdet/pages/consultas/evolucaoEmprego/consultaEvolucaoEmprego.xhtml#relatorioSetor

Ou seguir os seguintes passos:
a) Acesse o site do Ministério do Trabalho: www.mte.gov.br
b) No lado esquerdo da página, clique em “Dados e Estatísticas” e depois em “Programa de Disseminação de Estatísticas do Trabalho – PDET
c) Em seguida, acesse no menu esquerdoCONSULTAS e Evolução de Emprego ”, ou, se preferir, pelo menu de “ACESSO RÁPIDO ÀS CONSULTAS
d) Clique em o Mês/Ano de competência ao lado para iniciar a consulta.
e) Selecione o o tipo de consulta desejada
f) Selecione a UF e clique em “OK”
g) Pressione o botão “Open” para exibir a consulta conforme exemplo
h) Pressione o botão “Abrir” na caixa de diálogo ao lado

Confiram estas matérias do Entre-Rios Jornal que trazem mais informações sobre o tema:

Desemprego aumentou em Paraíba do Sul no mês de junho

Mercado de trabalho formal de Paraíba do Sul gerou em maio 48% das vagas de todo o ano de 2011

Prefeitura de Paraíba do Sul pode demitir funcionários

Areal ameaça tomar de Paraíba do Sul a posição de segunda economia do Centro-Sul

Prefeitura de Paraíba do Sul quer tirar direito dos trabalhadores

Alta taxa de rotatividade no mercado de trabalho formal de Paraíba do Sul preocupa

Construção civil registrou forte fechamento de vagas no Centro-Sul nos últimos 13 meses

1.167 vagas formais de empregos foram criadas em 2009 na Microrregião Centro-Sul

(1) Areal ocupa a 15ª posição no ranking de geração de empregos do estado do Rio de Janeiro

Areal tem o maior crescimento no mercado formal de empregos do Centro-Sul

(2) Salário médio de admissão no Centro-Sul em 2009 está 97,62% acima do mínimo

Areal lidera criação de empregos formais no Centro-Sul em 2009

Desemprego continua crescendo em Paraíba do Sul

Desempenho do mercado de trabalho de Paraíba do Sul ficou em -8,25% no primeiro semestre

Jovens e idosos têm dificuldade para encontrar vagas no mercado de trabalho do Centro-Sul

Paraíba do Sul está indo para o buraco

Nenhum comentário: