AQUELE QUE VIVE DE SONHOS

AQUELE QUE VIVE DE SONHOS, É FELIZ E HONRADO!
Nossa cidade merece sorrir!
Através deste blog você fica conhecendo minhas idéias, meu trabalho e interage comigo, contribuindo para o meu crescimento pessoal e profissional! Sinta-se à vontade para comentar!Grato!
‎"Quem não pode atacar o argumento ataca o argumentador."

Este Blog dedica-se à política na esfera municipal em qualquer parte do país. Logo, casos de corrupção em nível estadual e federal estão disponíveis apenas no meu Facebook. Raramente trato deles aqui.
Me adicione no Facebook: Aldeir Félix Honorato
Siga-me no Twitter: @AldeirFHonorato

terça-feira, 11 de outubro de 2011

MONSTROS DESVIARAM DINHEIRO QUE ERA PARA COMPRAR REMÉDIO! Operação da PF contra desvios na saúde em 7 estados prende até secretários municipais

SÃO PAULO - A Polícia Federal prendeu 58 pessoas nesta segunda-feira, durante a Operação Saúde, deflagrada para combater desvios no programa Farmácia Básica. Entre os presos, estão 12 secretários municipais (Fazenda, Finanças e principalmente da Saúde). As prisões ocorreram no Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
A operação, realizada conjuntamente com a Controladoria Geral da União, tem 64 mandados de prisão para serem cumpridos no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará e Rondônia. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Erechim/RS.
A investigação teve início em 2007, quando foram constatados desvios de verbas públicas destinadas pelo Governo Federal à compra de medicamentos para distribuição à população em situação de vulnerabilidade social, do Programa de Assistência Farmacêutica Básica.
Foram desbaratadas três organizações criminosas que concentravam sua atuação no pequeno município gaúcho de Barão de Cotegipe e mais de 15 empresas estabelecidas no ramo de distribuição de medicamentos.
A atuação dos criminosos se dava na fraude às licitações públicas, desviando as verbas destinadas à compra de medicamentos mediante falta de entrega da mercadoria licitada, entrega parcial ou entrega de produto diverso ou com data de vencimento muito próxima. A distribuição dos lucros gerados com as fraudes se dava entre as empresas e servidores públicos municipais envolvidos.
Em apuração inicial, constatou-se a movimentação de R$ 40 milhões em 2009 e de R$ 70 milhões, em verbas federais, em 2010, para apenas um dos grupos investigados.
Os detidos responderão, na medida de sua participação, pelos crimes de Corrupção Ativa, Passiva, Fraude de Licitações, Formação de Quadrilha e Peculato, e possível lavagem de dinheiro.
No Mato Grosso do Sul, funcionários públicos e empresários são acusados de fraudar licitações no município de Ladário, para desviar verbas federais destinadas à saúde, educação e obras de infra-estrutura. Também nesta segunda-feira, a Polícia Federal cumpre sete mandados de prisão temporária e 26 de busca e apreensão para desbaratar a quadrilha, na operação denominada Questor.
Os mandados são cumpridos, além de Ladário, nas cidades de Corumbá, Dourados e Campo Grande, no Mato Grosso do Sul; e em municípios do Paraná e Rio Grande do Sul.
A operação possui este nome em alusão ao administrador financeiro da antiga Roma, Questor, responsável pela coleta de impostos, supervisão do tesouro e da contabilidade do Estado Romano, função equivalente ao atual Secretário de Finanças municipal e/ou estadual.



Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/cidades/mat/2011/05/16/operacao-da-pf-contra-desvios-na-saude-em-7-estados-prende-ate-secretarios-municipais-924469385.asp#ixzz1aWQkgPkb © 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. 

Nenhum comentário: